Rosés, os vinhos da moda

Todos falam de grandes vinhos brancos, grandes vinhos tintos e os grandes rosados será que existem?

Estes vinhos de cor rosa cereja, tocam a porta dos tintos nas suas amplas e suculentas notas frutadas que se fazem ideais para desfrutar um bom churrasco ao ar livre.

Os dias ainda não são muito quentes, à noite o friozinho insiste. A primavera, estação de clima temperado, parece pedir um vinho também assim, nem muito tinto, nem branco demais. Exatamente o perfil dos rosados, próprios para o momento por ficarem no meio da escala. Não tão leves quanto os brancos e sem o peso e a concentração dos tintos, combinam com refeições ligeiras ou acompanhando entradas e aperitivos. E os preconceitos de que foram vítimas parece, finalmente, coisa do passado. “Existe melhor combinação do que bom clima, oito mil quilômetros de praias e mesas com frutos do mar e vinhos rosés?”

No Brasil, já existiu um momento em que os vinhos roses estavam associados a vinhos doces, hoje a coisa mudou, a qualidade melhorou e o consumidor está alerta, sabe que esses vinhos devem ser bebidos jovens, com dois ou três anos no máximo.

Os Enólogos da Vinícola Dezem convidam os amigos a quebrar os paradigmas e a degustar um elegante Magne Rosé enquanto aguardamos o verão chegar !!!

Um brinde !!!!!
Enólogos da Dezem

« Voltar
Concórdia do Oeste | Toledo-PR | CEP: 85927-500
Fone: (45) 3252-2121 | (45) 9919 0811 - Vivo